3 de agosto de 2017

Vandalismo causa prejuízo de mais de R$ 4 milhões/ano

Apesar de todas as medidas de segurança adotadas pela CPTM, como vedação da faixa ferroviária com muros, instalação de câmeras frontais nos trens e rondas de agentes de segurança, os casos de vandalismo nas composições continuam acarretando enormes prejuízos financeiros e de ordem social.
Além de tirar a composição de circulação para manutenção, os reparos causados por vandalismo representam valores consideráveis no orçamento da Companhia. Em 2016, foram registrados 3.050 casos que custaram mais de R$ 4,3 milhões aos cofres públicos, dinheiro que poderia ser investido em modernização de estações, por exemplo.
 
Deste total, R$ 610.857,77 foram gastos em substituição de 188 para-brisas, quebrados por apedrejamento. Os vândalos atuam geralmente de fora da faixa ferroviária, em cima de viadutos e nos trechos em que há comunidades lindeiras, dificultando a ação dos agentes de segurança. Somente neste ano, até 30 de junho, já foram vandalizados 192 para-brisas. 


Manutenção Parabrisa- 01.08.17.jpg
As ocorrências registradas por linha contabilizam: 


Linha 7-Rubi com 18 casos;
Linha 8-Diamante com 61 casos;
Linha 9-Esmeralda com 6 casos; 
Linha 10-Turquesa com 38 casos; 
Linha 11- Coral com 31 casos; 
Linha 12-Safira com 38 casos. 


Depredação - L12 (1).jpg
A Linha 8-Diamante foi a que mais realizou substituição de para-brisas. No ano passado, foram substituídos 48 para-brisas, ao custo de R$ 611 mil. Somente nos seis primeiros meses deste ano já foram trocadas 61 peças, ao custo de R$ 908,8 mil. A frota da Linha 8 é composta exclusivamente por trens novos da série 8000 e cada substituição de para-brisa custa cerca de R$ 14,8 mil.​
 
Prevenção
 
A CPTM investe em segurança a fim de inibir a ação dos vândalos. Para isso, reforça o patrulhamento ostensivo e preventivo no interior das composições, organizando rondas 24 horas/dia nos 260 km da malha ferroviária, além de blitz e operações especiais com a participação da Polícia Militar e Civil. 
 
Em casos de denúncias, o anonimato é garantido. A empresa pede a colaboração dos usuários e os orienta a procurar os funcionários nas estações ou comunicar o fato através de SMS para o Disque Denúncia pelo telefone 9 7150-4949 ou ao Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), pelo 0800-0550121, ligação gratuita.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205